Expressão pesquisada:


Anónimo de Santarém


Pero eu vejo aqui trobadores,       ←
senhor e lume destes olhos meus,       ←
que trobam d'amor por sas senhores,      ←
nom vej'eu aqui trobador, par Deus,      ←
5       que m'hoj'entenda o por que digo:      ←
         al é Alfanx'e al Seserigo!      ←
  
Senhor, fremosa mais de quantas som       ←
em Santarém, e que mais desejo,       ←
dizer-vos quero, se Deus me perdom:      ←
10nom vej'[eu] homem de quantos vejo      ←
       que m'hoj'entenda o por que digo:      ←
       al é Alfanx'e al Seserigo!      ←
  
Amo-vos tant'e tam de coraçom      ←
que o dormir já o hei perdudo,       ←
15senhor de mi e do meu coraçom;       ←
nom vej'eu home tam entendudo      ←
       que m'hoj'entenda o por que digo:      ←
       al é Alfanx'e al Seserigo!      ←



 ----- Aumentar letra ----- Diminuir letra

Nota geral:

Composição que continua o mesmo jogo críptico com a identidade da dama amada iniciado na cantiga que imediatamente a precede no Cancioneiro da Ajuda.



Nota geral


Descrição

Cantiga de Amor
Refrão
Cobras singulares
(Saber mais)


Fontes manuscritas

A 279

Cancioneiro da Ajuda - A 279


Versões musicais

Originais

Desconhecidas

Contrafactum

Desconhecidas

Composição/Recriação moderna

Desconhecidas